quarta-feira, 27 de abril de 2011

Queda de cabelos atinge mais pessoas entre os 14 e 40 anos

Você sabia que pessoas da faixa etária dos 14 aos 40 anos, de ambos os sexos, são as maiores frequentadoras do Núcleo Capilar Patrícia Maciel, especializado em saúde do couro cabeludo e dos cabelos? Em mais de dez anos de clínica no Brasil, a terapeuta capilar Patrícia Maciel observou a mudança de seu público: “Antes, meus clientes eram principalmente homens a partir dos 50 anos. Hoje, a faixa etária caiu para apenas 14 a 40 anos e a clientela está bem dividida entre homens e mulheres”.


Segundo ela, a ampliação da faixa etária e a maior presença de mulheres entre seus clientes devem-se, principalmente, a causas emocionais e comportamentais para essas ocorrências. “A má qualidade de vida, má alimentação, consumo excessivo de alimentos processados, falta de sono e de atividade física, todos esses fatores levam a uma má qualidade de vida, que ocasiona desequilíbrio no organismo, interferindo diretamente nos problemas capilares”, comenta.

Oleosidade excessiva, caspa, calvície e até a mania de arrancar os cabelos são alguns dos problemas tratados pela terapia capilar. Patrícia Maciel – pioneira entre os ocidentais nessa atividade –, após seis anos de estudos na Takara Belmont, em Nagoya (Japão), trouxe para o Brasil um método exclusivo não invasivo para a recuperação capilar – a Terapia Capilar.

Alguns fatores sazonais e climáticos também têm influência na saúde capilar. De acordo com a terapeuta, o inverno é um período de mudanças de comportamento, desencadeando importantes alterações na pele e nos cabelos: “Recolhimento em ambientes fechados e aquecidos, uso de casacos e gorros, banhos muito quentes e a redução dos movimentos provocam menor oxigenação e diminuem a liberação de endorfina (hormônio responsável pelo rejuvenescimento). Tudo isso, somado à alimentação mais calórica e gordurosa, é fator desencadeante de Dermatite Seborréica”.

Segundo Patrícia, a água quente – que dá uma sensação aconchegante – potencializa o cloro, que prejudica os cabelos. Além disso, provoca o ‘efeito rebote’, pois o óleo, ao ser tirado bruscamente, se reproduz ainda mais, pois as glândulas sebáceas aceleram sua produção. “Já os alimentos mais calóricos aumentam a produção sebácea, formando mais óleo no couro cabeludo, inibindo a oxigenação e obstruindo o poro piloso”, aponta.
Alguns dos problemas mais comuns são os que afetam o couro cabeludo, chamados de Tricoses. Patrícia lista alguns deles:

- Alopecia areata (vulgo pelada) – perda de pelos em todo o corpo, causada por estresse e baixa imunidade. Pode ter também correlação hereditária ou decorrer de traumas emocionais.

- Alopecia androgenética – perda de cabelos e pelos causada basicamente por hereditariedade e agravada por estresse; descontrole hormonal (alta produção de DHT - diidrotestosterona); descontrole sebáceo tópico e hábitos como exposição solar sem proteção, alimentação inadequada e até falta de atividade física.

- Psoríase – lesões na pele, unhas e couro cabeludo, que surgem principalmente em mulheres com histórico familiar e é causada predominantemente por estresse, baixa imunidade, deficiência vitamínica e sensibilidade dérmica.

- Eflúvio telógeno – queda capilar grave, causada por estresse, insônia, depressão pós-parto e pós-cirurgia e uso de medicamentos agressivos sem controle médico. Também são fatores importantes: alterações hormonais, problemas endócrinos e disfunções na tireóide, causadas por regimes alimentares sem acompanhamento médico; alimentação inadequada; ovário policístico e endometriose.

- Tricoptilomania – É ato compulsivo de arrancar os próprios cabelos. Apesar de não ser uma doença do couro cabeludo, as consequências do ato se refletem no mesmo. A doença pode ser agravada por acúmulo de estresse. Neste caso, o problema é psicológico e deve ser tratado por profissionais especializados.

- Dermatite Seborréica – Também conhecida como seborréia, caspa ou eczema. Se manifesta onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas ou a presença de um fungo, o Pityrosporum ovale. São lesões avermelhadas no couro cabeludo que descamam e coçam. Podem ser causadas por alterações hormonais, estresse, clima seco, frio e mudanças bruscas de temperatura.

Tratamento personalizado

O tratamento oferecido no Núcleo Capilar Patrícia Maciel é totalmente personalizado. Inicialmente, faz-se uma avaliação de cada caso, quando são analisadas as condições gerais do cabelo, do couro cabeludo e da raiz. Nessa anamnese, também se considera o estilo de vida do paciente. “Identifico os hábitos alimentares, o meio em que vive, os cosméticos que usa, o estado físico e até o humor. Com base nesses dados, indico o tratamento adequado, que abrangerá aplicações terapêuticas no consultório e manutenção em casa”, relata a terapeuta. Muitas vezes, é necessário um tratamento multiprofissional . “Dependendo do caso, a pessoa pode necessitar de um tratamento com um endocrinologista, ginecologista ou psiquiatra. Isto porque o problema capilar é só o efeito do problema, e nós temos que tratar a causa”, explica Patrícia.

Além dos xampus adequados para cada problema e outros produtos de uso tópico, o tratamento pode incluir também terapia floral. O mais importante, porém, é haver uma mudança de hábitos, não só para a cura do problema apresentado, mas também como forma de prevenção contra futuros problemas capilares. E esta mudança deve englobar apoio psicológico, atividade física com orientação adequada, reeducação alimentar com acompanhamento de nutricionista e cuidados de assepsia corretos com os cabelos, com o uso de produtos adequados para cada tipo.
 
Fonte: Em Pauta Comunicação
 
Assista também: http://www.youtube.com/watch?v=IYVk5Y-LMMY

terça-feira, 19 de abril de 2011

Avon e Iódice na preservação do planeta


Pouca gente se lembra (e aqui eu me incluo também) que nesse mês de abril (dia 22) comemoramos o Dia da Terra. E eu achei bem legal a iniciativa da Avon, em parceria com a Iódice Denim, ao lançar uma coleção de camisetas exclusivas feitas com malha produzida a partir da reciclagem de garrafas PET. Você achou incrível? Eu também!!! Como é que pode, né? Mas, taí, existe: malha feita de garrafa PET.

Bacana, ainda, é que 100% do lucro obtido com as vendas será revertido para a ong internacional The Nature Conservancy, para aplicar em um programa de recuperação da Mata Atlântica, que inclui reflorestamento, proteção das fontes de água potável e desenvolvimento sustentável das comunidades locais. Esse projeto faz parte da campanha global da Avon Viva o Amanhã mais Verde, cujo objetivo é recuperar ecossistemas vitais do planeta ameaçados pela devastação. Empresa séria é isso :-)

As camisetas podem ser encontradas em modelo masculino, feminino (ambas a R$ 19,90) e infantil (16,90). Para mais informações, procure uma revendedora de produtos Avon ou acesse o site da marca http://www.avon.com.br/ .

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Vaidade e cuidado masculinos

Bom, gente, hoje, pra variar, vou contar um pouco sobre o mundinho masculino da beleza. A gente sabe que esse universo tem crescido muito e que as empresas estão antenadíssimas com o consumo de produtos para os cuidados com a pele e o cabelo do homem.

Como não posso falar por todos eles, vou mostrar pra vocês o que usa meu noivorido. Dono de um bom gosto, digamos assim, caro, antes de tudo ele é prático. Nada de muita coisa, só o que realmente acha que precisa. E, se gostar, compra sempre, sem pensar muito no valor, só no benefício.

Para eliminar o tom amarelado do cabelo grisalho, o Fabrício apostou no Shampoo Desamarelador da Amend Cosméticos. O produto tem creatina e não possui sal na fórmula, realçando progressivamente as nuances prateadas. Ele também gosta muito, muito do shampoo Specifique da Kerastase, bom para fortalecer os cabelos e evitar a queda deles. O cheiro é uma delícia, eu adoro ;-) Ainda na seção cabelo, o Fabrício tem usado o leave in Capital Force, da Kerastase Homme. É, ele sabe o que é bom mesmo!

Para a pele do rosto, já que não gosta de passar nada que "fique" na pele, ele limpa o rosto durante o banho com Pureness, da Shiseido. O produto promove limpeza profunda, quase esfoliante, mas é bem suave. Eu roubo de vez um quando um tiquinho porque o perfume é uma delícia, mas confesso que prefiro o meu da Natura. De vez em quando, quando a pele está um pouco seca, ele usa Normactiv Cg, da Vichy Homme, hidratante fluido.

No corpo, ele usa Castanha do Pará, um sabonete líquido, também esfoliante, da Amazônia Natural. Gosta também dos produtos da Valmari, mas não temos encontrado ultimamente com facilidade. Os perfumes são vários, mas os preferidos são Million (Pacco Rabanne) e Twin Men (Azarro).

Como vocês podem ver, o gosto do moço é mesmo refinado. E nem é influência minha, não, viu, gente? Claro que, às vezes, ele usa os produtos que eu ganho que são para homens, mas, normalmente, é ele próprio quem escolhe.

Fica a dica para a ala masculina que lê o blog e também para a feminina (sempre bom ter opções na hora de presentear, né?).

Beijos

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Diário Innéov: fotos e perguntas

Eu nunca acreditei em milagre, por isso (até e inclusive) a minha escolha religiosa nega qualquer forma de acontecimento sem explicação. Sendo assim, eu já esperava o beneficio de Innéov Nutricare: nada de milagre, tudo de ciência.

E, como eu havia prometido, aí vão algumas fotos do meu cabelo (parte frontal, onde é mais perceptível) e também da unha que tá mais sofrida. Essas fotos foram tiradas há cerca de 3 semanas, portanto, hoje já vejo muuuuuiiita diferença! Já tem até fios novos nascendo, mostro no próximo post.





Ah, ganhei uma caixa de Innéov Solar (http://www.inneovbrasil.com.br/produtos_solar_formula.aspx) e vou aproveitar que saio em férias dia 22 (para Lençóis Maranhenses) e tomar um solzinho bem protegida e voltar mais corada ;-) Aliás, beijão e obrigada, equipe Innéov!





Aproveito para responder algumas perguntas que foram enviadas desde o 1º post:

1. Innéov engorda? Não, pode tomar sem medo!
2. Tem contraindicação? Também não, fiquem à vontade :-)
3. Qual a média de preço? Em torno de 109,00.
4. Onde encontro? Nas melhores farmácias.
5. Na Espanha existe Innéov Homem, quando vai chegar ao Brasil? A fórmúla brasileira é diferente da européia. A nossa é indicada para homens e mulheres.
6. Faz efeito em quanto tempo? Em, mais ou menos, 3 meses, mas depois de 1 mês já dá pra ver alguma diferença.

Continuem enviando suas dúvidas, viu, gente? O pessoal da Innéov me ajuda a responder.

Um beijo, até breve.




quinta-feira, 7 de abril de 2011

Normaderm Tri-Active Anti-Imperfeições para peles oleosas

A Vichy recebeu, na última segunda-feira, um pequeno grupo de blogueiras para apresentar uma novidade: Normaderm Tri-Active. O evento foi marcado pela interatividade: ao vivo, a empresa transmitiu a apresentação do produto, com Wi-Fi disponível para todos os participantes postarem seus comentários e fotos no Twitter, Facebook e afins.

Com uma audiência predominantemente feminina foi fácil criar uma identificação imediata: problemas com a pele oleosa, acne, poros obstruídos, etc e tal. Democrático, Normaderm é para peles de todas as idades, hidrata, matifica e corrige imperfeições.

Engana-se quem pensa que pele oleosa é sinônimo de pele naturalmente hidratada. E engana-se ainda mais quem pensa que tonificar é bobagem: tonificar ativa a micro-circulação, prepara a pele para receber a hidratação, suaviza, acalma e refresca, devolvendo o pH natural da pele e eliminando os resíduos acumulados nos poros. Viu? Precisa seguir todos os passos: limpar, tonificar e hidratar. Além de tratar das imperfeições da pele e matificá-la, o que mais me chamou a atenção foi a promessa de 24 horas de hidratação. O resultado é "uma pele sã e luminosa em 7 dias".

Muito bacana também foram as versões econômicas: embalagens pequenas para carregar na bolsa com preços reduzidos também.

Ah, eu adorei a base para peles oleosas, bem sequinha! Depois eu conto :-)

Quer saber mais? Acesse o site da Vichy: http://www.vichyconsult.pt/products-TRIACTIV/normaderm/cuidado-hidratante-anti-imperfeicoes-tri-activo.aspx

domingo, 3 de abril de 2011

Wella relança Blondor

A Wella recebeu jornalistas na última sexta-feira, dia 1º de abril, para um brunch de relançamento do novo Blondor. Para apresentar o evento, ninguém menos que Chris Nicklas,  já conhecida do mundinho fashion desde o tempos da MTV e, agora, no canal GNT. A moça, entre outras coisas, apresenta, ao vivo, o SPFW e o Red Carpet para o TNT.

Chris Nicklas abre o relançamento de Blondor perguntando "quem nunca quis ser loira pelo menos uma vez na vida?" e quase foi possível ouvir um sonoro "eu eu eu!". Mulheres das mais variadas idades sofrem do mesmo apelo que a ala masculina: o loiro é uma unanimidade quando o assunto é sedução.

O simpaticíssimo Rick Wellman, um dos coloristas mais prestigiados de Nova Iorque, foi enfático ao ressaltar essa preferência e aproveitou para mostrar como é simples aplicar o novo produto, provocando mechas em poucos minutos.

Com embalagens mais modernas e novos tamanhos (30 g e 800 g), Blondor promete mais flexibilidade e variação de uso, além de uma fórmula menos danosa para estrutura dos fios. Outra convidada, Sonia Corazza, engenheira química especializada em Cosmetologia, com mais de 35 anos de experiência no mercado de cosméticos, foi categórica ao dizer que o cuidado com o que se usa nas cabeças é fundamental para a saúde do couro cabeludo. Além disso, Sonia deu dicas bem interessantes quanto a lavagem dos cabelos: "não use água mineral achando que é chique! Os minerais da água destroem as substâncias benéficas dos bons produtos. O ideal é a água destilada, encontrada em farmácias".

Estiveram também do evento AJ Medeiros, gerente de educação da Wella Professionais, Marcelo Hicho (make up artist), Carlos Carrasco e Neandro Ferreira (hairstylists). Confira as fotos e vídeos abaixo.
Curiosidade Wella: você sabia que, a cada 10 segundos, um hairstylist usa um produto Wella Professionals no mundo?


Chris Nicklas, AJ Medeiros e Marcelo Hicho


Sonia Corazza e Rick Wellman

Jornalistas em ação


Rick Wellman aplicando Blondor


Modelos desfilando os novos looks Blondor


video